Desde 2011, o campus João Pessoa do IFPB zela pela transparência, eficiência e incentiva a participação da comunidade interna no acompanhamento da gestão do orçamento e dos gastos da unidade. Para isso, o Departamento de Orçamento e Finanças (DOF), em conjunto com a Coordenação da Contabilidade, emite relatórios com as demonstrações contábeis, revelando a realidade da situação orçamentária, financeira e patrimonial da entidade.

Já em 2015, com a implantação de um “Novo Modelo de Contabilidade Aplicada ao Setor Público” que teve como objetivo convergir as práticas de contabilidade vigentes aos padrões estabelecidos nas Normas Internacionais de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público e com as mudanças implementadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a contabilidade pública passou a seguir os padrões internacionais, nos quais o objeto da contabilidade pública é o patrimônio público, deixando de lado o padrão histórico, em que o foco era o orçamento público. Foi quando idealizamos o Relatório Mensal de Execução e Controle (RMEC), que, no início, era de publicação mensal e passou a ter publicação trimestral.

Em 2016, o relatório transformou-se em Relatório Contábil de Propósito Geral (RCPG). Consoante às Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor Público – NBC TSP Estrutura Conceitual –, os RCPGs são os componentes centrais da transparência da informação contábil dos governos e de outras entidades do setor público, aprimorando-a e favorecendo-a. Os RCPGs são relatórios contábeis elaborados para atender às necessidades dos usuários em geral, não tendo o propósito de atender a finalidades ou necessidades específicas de determinados grupos de usuários.

Em recente acórdão nº 2377/2017, o Tribunal de Contas da União (TCU) menciona o trabalho publicado pela contabilidade do campus João Pessoa, através dos RCPGs. O material servirá de base para implantação de uma metodologia de auditoria que será utilizada pelo TCU.

Todo esse trabalho só foi possível porque temos à disposição um sistema de informações contábeis poderoso, porém pouco utilizado pelos gestores, o Sistema Tesouro Gerencial. Conheça um pouco mais do nosso trabalho e do que esse sistema é capaz de proporcionar, acessando o link http://bit.ly/RCPG-IFPB

Contato@ContadorKleberMarques.com.br


Revisora linguística: Myrta Simões

Kleber Marques

É Contador Público Federal no Ministério da Economia – possui graduação em Ciências Contábeis e Especialização em Perícia Contábil. Possui experiência na área de CASP, Orçamento, Finanças e Administração Pública. Foi responsável pela elaboração e divulgação dos RCPG – Relatórios Contábeis de Propósito Geral do IFPB. Em recentes acórdãos nº 1661/2018 550/2018 e nº 2.377/2017 – TCU – Plenário, o Tribunal de Contas da União, mencionou seu trabalho. A pedido do TCU elaborou 2 metodologias que auxiliam no combate à fraude e corrupção, são elas: a Metodologia do Poder de Compra e a Metodologia do Poder de Barganha.

Deixe uma resposta