Metodologia de Apuração do Grau de Aderência das Organizações Públicas a Práticas de Combate à Fraude/Corrupção do Referencial do TCU.

O trabalho de apuração do grau de aderência das organizações a práticas de combate à fraude e corrupção tem por objetivo conhecer a adequação das organizações públicas a práticas de combate à fraude e corrupção, de forma a subsidiar o direcionamento dos trabalhos de auditoria e futuras ações de controle, além de propor melhorias a essas organizações no sentido de adoção de boas práticas de prevenção, detecção, investigação, correção e monitoramento, no combate à fraude e à corrupção.

Continuar lendo Metodologia de Apuração do Grau de Aderência das Organizações Públicas a Práticas de Combate à Fraude/Corrupção do Referencial do TCU.

Modelo de trabalho desenvolvido no IFPB – Instituto Federal da Paraíba gera resultados que auxiliam auditoria que classifica riscos de fraude e corrupção.

Em 2018, desenvolvemos três grandes trabalhos para a Corte de contas mais importante desse país. Motivos de orgulho e sentimento de dever cumprido. Fomos citados por 3 (três) vezes em acórdãos do TCU, o nosso trabalho, que nasceu aqui na Paraíba, ganhou o país inteiro e hoje é uma referência por onde passa.

Continuar lendo Modelo de trabalho desenvolvido no IFPB – Instituto Federal da Paraíba gera resultados que auxiliam auditoria que classifica riscos de fraude e corrupção.

TCU divulga mapa de risco de exposição à fraude e corrupção na administração pública.

No decorrer de 2018, o TCU promoveu auditoria operacional para avaliar se os controles de prevenção e detecção relacionados a fraude e corrupção de órgãos e instituições do Poder Executivo Federal estão compatíveis com seus poderes econômico e de regulação, bem como propor melhorias em práticas específicas, com o intuito de eliminar ou mitigar causas sistêmicas.

Continuar lendo TCU divulga mapa de risco de exposição à fraude e corrupção na administração pública.

Poder de Barganha: Análise de Exposição ao Risco na Interação do Setor Público e Setor Privado

Um ponto que merece atenção é a constatação de que Organizações Públicas estão auto consumindo seus recursos, uma nova modalidade de gasto que merecem uma analise mais apurada por possuir elementos de materialidade, criticidade e relevância.

Continuar lendo Poder de Barganha: Análise de Exposição ao Risco na Interação do Setor Público e Setor Privado

Órgãos de Controle do Mato Grosso do Sul se unem no combate à fraude e à corrupção nas organizações públicas.

A união de forças entre as instituições foi demonstrada em um Painel de Referência de Auditoria realizado no Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul. Na ocasião…

Continuar lendo Órgãos de Controle do Mato Grosso do Sul se unem no combate à fraude e à corrupção nas organizações públicas.

Auditoria realizada pela SECEX-MS do TCU inspira boas práticas em outros Estados.

O trabaho é desenvolvido pela SECEX – MS em parceria com o TCE-MS, Tribunal de contas do Estado do Mato Grosso do Sul, CGE-MS, Controladoria Geral do Estado do Mato Grosso do Sul, CGM – Controladoria Geral do municipio de Campo Grande e contou com o apoio do Contador Público do IFPB – Instituto Federal da Paraíba, Kleber Marques.

Continuar lendo Auditoria realizada pela SECEX-MS do TCU inspira boas práticas em outros Estados.