O que é um Programa de Integridade?
"Um programa de integridade é o conjunto de medidas e ações institucionais voltadas para a prevenção, detecção, punição e remediação de fraudes e atos de corrupção."

Saiba mais
KleberMarques.com.br
Ser Contador Público é ser o profissional responsável por assessorar os gestores públicos na tomada de decisões, auxiliar os órgãos de controle externo no combate a fraudes e corrupção, e zelar pela eficiência, eficácia e efetividade dos gastos públicos na instituição.

Kleber Marques

Acesse nosso site
CKM.blog.br
Enquanto a sociedade estiver me pagando um salário para que eu exerça a minha função de contador público, eu vou fazer o possível para orientar os gestores públicos a utilizarem os recursos com eficiência, eficácia e efetividade.

Kleber Marques

Assine nosso Blog
Previous
Next
  •  Junte-se a mais de 70.000 usuários e receba gratuitamente as atualizações do blog.

O Blog CKM foi e é um grande desafio para quem é apaixonado por números. Escrever, definitivamente, não é nosso dom, mas superar desafios, querer fazer algo diferente, tentar contribuir, de alguma forma, para uma sociedade mais ética, justa e informada, esse sim é um dom que Deus nos deu.

Assim nasceu o CKM.blog.br – Contador Kleber Marques – com uma proposta diferente: apresentar a realidade da contabilidade pública brasileira através dos olhos de um contador público militante, efetivo e atuante.
Mensalmente, trouxemos textos que retrataram exemplos de casos reais, modelos para análise e assuntos que valorizaram o contador e a contabilidade pública brasileira.

Agora, também passaremos a trazer um novo quadro que terá o tema:

Somos a cara da Contabilidade Pública Brasileira.

A ideia é apresentar, mensalmente, um ilustre profissional da contabilidade pública brasileira que falará de forma resumida o seu currículo, sua atuação como profissional contábil e as contribuições que deixou ou está deixando para o Brasil e para CASP.
Não temos interesse em ganhar nada, financeiramente falando, a nossa intenção é apenas usar o nosso espaço, blog www.CKM.blog.br para homenagear e mostrar o que os mais diversos profissionais da área pública fazem muitas vezes de forma anônima por esse país.

Escolhemos alguns colegas por ter admiração pelo trabalho que desenvolvem, por nos inspirarem como profissionais, por saber da sua competência e dedicação na busca incessante de uma contabilidade pública brasileira cada vez melhor.

O homenageado do mês maio é o Contador Gilvan Dantas.

Sou suspeito para falar Gilvan, pessoa a quem admiro bastante, desde que comecei meus estudos em Contabilidade Pública.

Gilvan Dantas é Auditor Federal de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional (ingressou em 2003), atualmente é o contador geral do Ministério da Economia, possui graduação em Ciências Contábeis pela UDF – Centro Universitário (1996) e Especialização em Gestão Estratégica pela FGV (2002). Na STN foi o primeiro a exercer o cargo de Subsecretário de Contabilidade Pública no período de 2010 a 2015,  onde pode participar do desenvolvimento e implantação das grandes mudanças na Contabilidade Aplicada ao Setor Público Brasileiro, tais como: MCASP – Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, PCASP – Plano de Contas Aplicado ao Setor Público, Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público – DCASP, Sistema de Informações de Custos no Setor Público, MDF- Manual de Demonstrativos Fiscais, Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro – SICONFI, etc. É coautor do livro Entendendo as Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público (lançada em 2017) pela Editora Gestão Pública. Possui artigos em diversas publicações, tais como: Revista Brasileira de Contabilidade – RBC (2012), Controle Externo – TCE PR/EGP (2016), Revista Tema – SERPRO, etc. É palestrante e instrutor nas áreas de Contabilidade Aplicada ao Setor Público e Custo no Setor Público. É membro do Grupo da Área Pública do Conselho Federal de Contabilidade que edita as Normas Brasileiras de Contabilidade Técnicas do Setor Público. É membro da Associação Brasileira de Contadores Públicos – ABCP.

Resolvi fazer diferente com ele, e elaboramos algumas perguntas ao Gilvan.

1. Qual a sua formação acadêmica, em que instituição, e por que a escolheu?

Sou Bacharel em Ciências Contábeis formado pela UDF – Centro Universitário e com especialização em Gestão Estratégica pela FGV. A escolha pela UDF foi porque aqui em Brasília na década de 90 o Curso de Ciências Contábeis na UNB – Universidade Federal de Brasília era só durante o dia e eu já trabalhava, portanto não podia fazer o curso na universidade pública, aí dentre às particulares, na época, a que tinha o melhor conceito no Curso de Ciências Contábeis era a UDF, que foi portanto minha opção.

2. Quais seus valores ? Missão? Visão ?

Eu defini meus valores, missão e visão num curso da Amana Key que fiz em 2012

Meus valores: Ética, transparência, inovação, dignidade, respeito, humildade e proatividade

Missão: contribuir para o aperfeiçoamento e desenvolvimento da Contabilidade Aplicada ao Setor Público.

Visão: Ser um profissional de contabilidade reconhecido pelo conhecimento técnico e capacidade de fazer acontecer.

3. Em que outras áreas já atuou e qual área considera de maior relevância para sua carreira?

Já atuei na contabilidade do setor privado em escritórios de contabilidade no início da minha carreira e como contador da CAESB – Cia de Saneamento de Brasília que possui uma contabilidade societária. A área que considero mais relevante é a contabilidade pública, pois foi onde tive maior destaque e contribuição na minha carreira profissional.

4. Que trabalho desenvolvido ao longo de sua carreira considera de maior relevância? Por quê?

Foi ter a honra de ser o primeiro Subsecretário de Contabilidade Pública da Secretaria do Tesouro Nacional, onde eu tive o privilégio em parceria com ilustres profissionais como o Paulo Feijó, Maria Clara, Nelson Machado, Francisco Wayne Moreira, Selene Peres, Rosilene Souza, Leonardo Silveira, Heriberto Nascimento, Liberalquino, João Eudes, Diana Vaz, Inaldo Araujo, e tantos outros profissionais fantásticos do Setor Público,  e em memoria Prof. Lino Martins e Prof. Francisco Ribeiro,  ter participado das grandes mudanças desenvolvidas e implantadas na Contabilidade Aplicada ao Setor Público: MCASP – Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, PCASP – Plano de Contas Aplicado ao Setor Público, Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público – DCASP, MDF – Manual de Demonstrativos Fiscais, Sistema de Informações de Custos no Setor Público, Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro – SICONFI ,etc.

5. Como busca, através de sua carreira, contribuir para a evolução da sociedade? 

Procuro desempenhar minha profissão com zelo, proatividade, disseminando o conhecimento buscando com minha experiência contribuir para o desenvolvimento conceitual e técnico da contabilidade pública e dos profissionais que militam nesta área.

6. Quais as perspectivas de atuação profissional para os próximos anos?

O futuro da contabilidade pública é a produção de informação gerencial, que possa subsidiar a tomada de decisão, propiciar a transparência, a prestação de contas (controle social) e accountability. Penso que este é o nosso grande desafio, tornar a informação contábil um instrumento efetivo que possa contribuir para o aperfeiçoamento da Gestão Pública Brasileira, com informação fidedigna, relevante, tempestiva e compreensível.

Ao colega Gilvan, meus sinceros agradecimentos por ter aceito o nosso convite e compartilhar sua história em nosso blog.

Kleber Marques

Kleber Marques

É Contador Público Federal no IFPB – Instituto Federal da Paraíba, possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba (2000) e Especialização em Perícia Contábil pela UnP (2002). É Instrutor/multiplicador da ENAP – Escola Nacional de Administração Pública e da ESAF – Escola de Administração Fazendária. Lecionou as disciplinas de Contabilidade Básica, Intermediária, Contabilidade Pública e AFO – Administração Orçamentaria e Financeira. Há dez anos responde pela Contabilidade do IFPB – Instituto Federal da Paraíba, assessora a Gestão com informações sobre a realidade orçamentária, econômica, financeira e contábil da instituição, em apoio ao processo de tomada de decisões e à adequada prestação de contas. Possui experiência na área de CASP-Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Orçamento, Finanças e Administração Pública. Foi responsável pela elaboração e divulgação dos RCPG – Relatórios Contábeis de Propósito Geral do IFPB. Em recentes acórdãos nº 958/2019, nº 1661/2018; nº 550/2018 e 2377/2017 – TCU – Plenário , o Tribunal de Contas da União, menciona seu trabalho publicado pela Contabilidade do Campus João Pessoa. O trabalho em questão foi desenvolvido com base no entendimento do Tribunal de Contas de União (TCU) de que a mais eficiente e proativa atitude para preservar os recursos públicos é prevenir que estes sejam desviados de seus propósitos. Dentre os trabalhos entregues ao TCU e aos demais órgão de controle estão: i) Relatório técnico sobre o Poder de Compra do Setor Público Federal em cumprimento ao Acórdão Nº 2377/2017 Plenário; ii) Relatório técnico sobre o Poder de Compra do Setor Público – Conselhos de Classe e Sistema “S” em cumprimento ao Acórdão Nº 550/2018 Plenário. iii) Relatório técnico sobre o Poder de Barganha do Setor Público em cumprimento ao Acórdão nº 1661/2018 – TCU – Plenário.

Este post tem um comentário

  1. Quero agradecer a gentileza do Prof. Kleber Marques pela homenagem à minha pessoa no artigo Somos a Cara da Contabilidade Pública Brasileira, poder compartilhar a minha trajetória e experiência é uma honra num espaço tão nobre. Aproveito para parabenizar o Prof. Kleber pelo excelente trabalho que faz nesta missão de disseminação e divulgação da Contabilidade Aplicada ao Setor Público. Forte abraço! Gilvan Dantas

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: