O que é um Programa de Integridade?
"Um programa de integridade é o conjunto de medidas e ações institucionais voltadas para a prevenção, detecção, punição e remediação de fraudes e atos de corrupção."

Saiba mais
KleberMarques.com.br
Ser Contador Público é ser o profissional responsável por assessorar os gestores públicos na tomada de decisões, auxiliar os órgãos de controle externo no combate a fraudes e corrupção, e zelar pela eficiência, eficácia e efetividade dos gastos públicos na instituição.

Kleber Marques

Acesse nosso site
CKM.blog.br
Enquanto a sociedade estiver me pagando um salário para que eu exerça a minha função de contador público, eu vou fazer o possível para orientar os gestores públicos a utilizarem os recursos com eficiência, eficácia e efetividade.

Kleber Marques

Assine nosso Blog
Previous
Next
  •  Junte-se a mais de 70.000 usuários e receba gratuitamente as atualizações do blog.

O Projeto de Lei Complementar do Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF)

A Secretaria do Tesouro Nacional - STN, divulgou uma nota falando sobre o novo projeto de Lei complementar, o PEF. O Projeto vem consolidar a velha máxima, que não vale a pena ser bom pagador no Brasil. Sempre haverá um "Refis" , um " pacotão" para solucionar os problemas dos inadimplentes (irresponsáveis). E vai prevalecendo a frase: dívida não se paga, se renegocia. Onde está a LRF, os crimes de responsabilidade fiscal? Vamos mesmo encaçapar a LRF de vez ?

Continuar lendo

Contabilistas apresentam reivindicações em sessão especial no Senado

— Quando o profissional de contabilidade, zeloso que é pela correta prestação de contas, pela transparência e pela obediência à legislação, emite um parecer contrário ou opõe-se a uma determinada diretriz, acaba alijado do processo. Há casos até de afastamentos por causa disso — criticou o sindicalista, para quem o reconhecimento como carreira típica de Estado dará autonomia à ação dos contabilistas.

Continuar lendo

Modelo de trabalho desenvolvido no IFPB – Instituto Federal da Paraíba gera resultados que auxiliam auditoria que classifica riscos de fraude e corrupção.

Em 2018, desenvolvemos três grandes trabalhos para a Corte de contas mais importante desse país. Motivos de orgulho e sentimento de dever cumprido. Fomos citados por 3 (três) vezes em acórdãos do TCU, o nosso trabalho, que nasceu aqui na Paraíba, ganhou o país inteiro e hoje é uma referência por onde passa.

Continuar lendo

Contador Responsável por Organização Pública deve efetuar a declaração ao COAF ?

A norma que instituiu a obrigatoriedade da declaração pelos Contadores Públicos ou Responsáveis pelas organizações públicas não tipifica o que são as Ocorrências que devem ser evidenciadas ao COAF. Deixando a responsabilidade sob a interpretação do profissional, o Contador Público. Por um lado, o fato é positivo, visto que enseja que o este esteja cada vez mais capacitado e seja conhecedor da sua organização como um todo.

Continuar lendo

Nota de Agradecimento

Em 2018, desenvolvemos três grandes trabalhos para a Corte de contas mais importante desse país. Motivos de orgulho e sentimento de dever cumprido. Fomos citados por 3 (três) vezes em acórdãos do TCU, o nosso trabalho, que nasceu aqui na Paraíba, ganhou o país inteiro e hoje é uma referência por onde passa.

Continuar lendo

TCU divulga mapa de risco de exposição à fraude e corrupção na administração pública.

No decorrer de 2018, o TCU promoveu auditoria operacional para avaliar se os controles de prevenção e detecção relacionados a fraude e corrupção de órgãos e instituições do Poder Executivo Federal estão compatíveis com seus poderes econômico e de regulação, bem como propor melhorias em práticas específicas, com o intuito de eliminar ou mitigar causas sistêmicas.

Continuar lendo

Auditoria realizada pela SECEX-MS do TCU inspira boas práticas em outros Estados.

O trabaho é desenvolvido pela SECEX – MS em parceria com o TCE-MS, Tribunal de contas do Estado do Mato Grosso do Sul, CGE-MS, Controladoria Geral do Estado do Mato Grosso do Sul, CGM – Controladoria Geral do municipio de Campo Grande e contou com o apoio do Contador Público do IFPB – Instituto Federal da Paraíba, Kleber Marques.

Continuar lendo
Fechar Menu